Municípios da Amauc estão trabalhado de forma conjunta e atendendo o que determina o Decreto nº 525/2020, do Governo do Estado de Santa Catarina.

Publicado em 25/03/2020 às 17:08 - Atualizado em 25/03/2020 às 17:09

Os gestores da região da Amauc vêm trabalhando de forma conjunta e atendendo todas as medidas recomendadas para proteger os seus munícipes desta pandemia que assolou o mundo, entendendo que o isolamento social tem se mostrado a forma mais eficiente de lidar com o COVID-19 até o momento. 

Esta é uma primeira etapa que se faz necessária para evitar a propagação da pandemia e estruturar o sistema de saúde para lidar com a situação. Ainda, juntamente com outras entidades municipais e estaduais a região estuda soluções de como enfrentar adequadamente o que está por vir.

Diante do que se apresenta toda a região continua em quarentena, até o dia 31 de março de 2020, conforme anunciado pelo Governador. As repartições públicas estão funcionando somente com os serviços essenciais e aqueles que não podem ser realizados no sistema home office.

“Lamentamos e sabemos dos impactos que as medidas geram na economia, mas nesse momento é muito importante priorizar a saúde de todos.” Enfatiza o Presidente da Amauc, prefeito de Ipira Emerson Reichert.

Estejam atentos à todas as informações que o seu município repassa referente ao enfrentamento do Coronavírus e em caso de sintomas entrem em contato com os plantões. Reforçamos que nesse momento o seu Lar é o lugar mais seguro,  fique em casa .

Estiagem

A região ainda enfrenta outro problema quanto a escassez de água, e continuam adotando as medidas necessárias para que se tenha o menor impacto possível. No Alto Uruguai, a falta de água impacta principalmente no setor agropecuário e do agronegócio, os municípios estão trabalhando com o abastecimento de água potável e água para os animais.

Neste momento, a situação preocupa ainda mais pois todos estão em casa e atendendo as recomendações e protocolos de prevenção do coronavírus fazendo a higienização com mais frequência, mostrando-se necessário o uso racional de água.  “Diante do cenário que se apresenta, pedimos a compreensão da população para que utilizem a água de forma consciente,  a região pede a compreensão de toda a população para que neste momento não ocorram desperdícios e façam somente o uso essencial”, pondera o presidente da Amauc.